condições de venda

condições de venda

O preço pode ser variado pelo criador de acordo com a sua estimativa das qualidades e personalidade do gatinho. Ser-lhe-á entregue um contrato de venda. Qualquer exame, teste, vacinação que não seja efectuada pelo gatil será cobrada ao comprador.

● Gatos reservados exclusivamente para a empresa

(reprodução proibida por contrato)

● Gatos para reprodução

(reprodução concedida por contrato)

Para gatinhos destinados à reprodução, por favor consulte-nos.

RESERVA DE UM GATINHO DE PELO MENOS 21 DIAS :

A reserva é válida APENAS no momento do recebimento do depósito. O depósito de 250 euros irá validar a sua reserva. Fica acordado que esta soma é paga como depósito e que, se o comprador renunciar ao contrato, abandona o seu depósito ao vendedor. Será estabelecido um contrato de reserva no gatil. Nós não vendemos os nossos gatinhos por correspondência. Você tem a possibilidade de vir ver os gatinhos, a mãe, para ter uma ideia. Permite também que se conheçam melhor para se compreenderem melhor uns aos outros.

OS GATINHOS PARTEM :

O gatinho pode deixar o gatil a partir das 8 semanas (Lei de 6 de Janeiro de 1999), mas mais geralmente a partir da idade de 13 semanas quando estará pronto para deixar a sua mãe. O gatinho sairá vacinado, registado no LOOP e acompanhado por um certificado de boa saúde do nosso veterinário. Cópias dos testes genéticos de HCM1 e PKD dos progenitores estão a pedido. O gatinho deixará o gatil com uma amostra de kibble, brinquedos, um guia do gatinho e o contrato de transferência. O pagamento integral do preço será solicitado no momento da partida do gatinho.

PARECER OBRIGATÓRIO EM MATÉRIA DE QUARENTENA :

Pense em manter o recém-chegado e os seus outros animais de estimação, gatos adultos ou gatinhos, separadamente durante o período de quarentena. A quarentena é obrigatória porque cada gato deve ser considerado um portador saudável de vírus e bactérias. Uma quarentena preventiva deve ser de, pelo menos, 10-14 dias. O seu gato pode ser um portador de vírus que tolera muito bem e que, sob o stress do recém-chegado, pode reactivar. Da mesma forma para o seu gatinho, todas as casas têm “os seus germes”, e os gatos são muito sensíveis a isso, pois podem facilmente partilhar “os seus germes” com outros gatos. É melhor prevenir do que remediar.

VACINAÇÃO:

(vacinação primária e de reforço): Incluída (CRP – Calicivirose, Rinotraqueíte, Panleucopenia ou Tifo). A vacinação contra a leucose é complementar, pode ser efectuada aos 4 meses de idade, a seu pedido, e será feita à sua custa (vacinação primária e reforço dentro de um mês).

IDENTIFICAÇÃO DOS GATINHOS :

Incluído (Lei de 6 de Janeiro de 1999), o gatinho será identificado por transponder electrónico (norma europeia obrigatória).

SAÚDE DO GATINHO:

Você é responsável pela boa saúde do seu gatinho, tanto física como mentalmente! Está empenhada em cuidar do seu gatinho, fornecendo-lhe os alimentos certos e os cuidados veterinários de que necessita. Não se esqueça de lhe mudar a água pelo menos uma vez por dia. A água doce deve estar disponível livremente, é muito importante para a saúde de um Maine Coon. É aconselhável visitar um veterinário pelo menos uma vez por ano para receber lembretes de vacinação.

Os nossos gatos e gatinhos são alimentados com croquetes sem cereais e alimentos húmidos (carne crua, paté, picadas em molho, etc.). A alimentação de qualidade é importante para a prevenção de certas doenças, como os cálculos urinários.

ESTERILIZAÇÃO:

Os gatinhos destinados à empresa serão esterilizados ou esterilizados antes da partida ou, em determinadas condições, antes dos 5 meses de idade.

ENTREGA DO PEDIGREE :

O Pedigree é entregue no menor tempo possível, dependendo dos prazos LOOP, entre 2 e 8 meses em geral. Ser-lhe-á enviado por correio postal.

CARTÃO DE PROPRIEDADE :

O cartão é entregue assim que o preço total do gatinho tiver sido pago, desde que a I-CAD (Société d’Identification des Carnivores Domestiques) nos tenha enviado o cartão antes da partida do gatinho. Caso contrário, receberá por correio. Não esquecer que o gatinho permanece propriedade do criador até que seja recebido o pagamento integral.

GARANTIAS :

Proporcionamos um acompanhamento gratuito para toda a vida do seu gato. Pode contactar-nos em caso de dificuldade ou problema. Nós não somos mágicos, mas faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para o ajudar.

O criador não pode, em caso algum, garantir ao filhote 21 dias após a tomada de posse, em caso de surto de doença de origem infecciosa (PIF, parasitas intestinais ou cutâneos) detectado por um veterinário. Para gatinhos destinados a reprodução ou exposições, não podemos garantir os seus resultados futuros.
O criador tem o cuidado de criar o gatinho nas melhores condições. O criador não pode ser considerado responsável por doenças futuras. Podemos fazer todos os testes e exames de saúde possíveis sobre os pais. O gato continua a ser um ser vivo que pode, como qualquer ser vivo, por vezes desenvolver problemas de saúde que não puderam ser detectados antes ou que estarão relacionados com o seu estilo de vida e alimentação.

CONDIÇÕES ESPECIAIS :

O novo proprietário concorda em nunca ilegalizar o gato. Decreto n.o 2004-416, de 11 de Maio de 2004, que publica a Convenção Europeia para a Protecção dos Animais de Companhia, feita em Estrasburgo em 13 de Novembro de 1987 e assinada pela França em 18 de Dezembro de 1996 (1). Artigo 10.o Intervenções cirúrgicas 1. São proibidas as intervenções cirúrgicas destinadas a alterar o aspecto de um animal de companhia ou para outros fins não curativos e, em especial :

a) Cortar a cauda;

b) O corte das orelhas;

c) A secção das cordas vocais;

d) A remoção de garras e dentes.

Um gato não deve ser deixado sozinho durante mais de 24 horas, a menos que tenha sido feito um acordo com uma pessoa responsável (amigos, família, creche, vizinhos) para alimentar, regar, limpar e substituir o seu caixote de lixo.

O gato deve ser criado num ambiente familiar e não confinado numa gaiola ou em qualquer área fechada, excepto, evidentemente, para fins de isolamento devido a doença, parto ou separação temporária de um indivíduo dos outros, por exemplo, isolamento de um garanhão durante o calor de uma fêmea.

O novo proprietário compromete-se a notificar o I-CAD (Identificação dos Carnívoros Domésticos) e o criador de qualquer alteração dos dados de contacto (morada, telefone, e-mail) para que possam sempre ter contacto, se necessário.

O novo proprietário não poderá revender ou dar o gato (por qualquer razão) sem o conhecimento e o acordo do criador. Se por qualquer razão já não puder assumir o seu Maine Coon, podemos encontrar uma solução juntos. Nunca se deve perder de vista o facto de um gato ser um ser VIVO. Pedimos também ao novo proprietário que nos dê notícias e se possível fotos. Ao assinar o contrato de reserva e de venda, o comprador aceita todas as condições sem reservas.

EM ESTRADA ABERTA :

Os nossos gatos não correm livres.
Podes habituar-te a que o teu gato saia com a trela como um cão. Tenha cuidado para não deixar o gato amarrado sem a sua supervisão! O gato pode sair sob a sua supervisão em terreno fechado e seguro. O gato pode viver tão feliz no apartamento, basta que ele tenha tudo o que é essencial (lugar limpo com comida, árvore de gato, caixa de areia, corridas, roupa de cama, brinquedos…)
O gato que sai para o exterior corre vários riscos:
– contrair doenças (FIV, FeLV, PIF, Rinotraqueíte, Panleucopenia ou Tifo, etc.), sabendo que as vacinas não o irão proteger a 100%;
– ser contaminados por parasitas, trazê-los para casa e transmiti-los aos humanos (pulgas, ácaros, vermes do coração, minhocas, etc.);
– ser vítima de acidentes (acidentes rodoviários, colar preso numa vedação, afogamento em piscinas, etc.);
– ser vítima de crueldade por parte de pessoas mal intencionadas;
– ser apanhado numa armadilha, estar preso e morrer de dor (por exemplo, preso debaixo do capô de um carro ou na garagem de um vizinho que tenha saído de férias durante 2 semanas);
– ser envenenado (acidentalmente ou não…);
– o seu gato pode desaparecer ou ser roubado (por exemplo, vizinhos maliciosos, ninguém pensando que o gato está perdido, cães vadios ou raposas);
– o seu gato pode perder-se e nunca mais encontrar o seu caminho de volta.

NECKLACE:

SEM COLEIRA e sobretudo SEM GROLLOT no pescoço do gato !
A audição do gato é muito sensível e permite-lhe perceber ultra-sons, vibrações sonoras de alta frequência. Pôr um sino à volta do pescoço do gato é uma tortura auditiva. Pode tornar o gato agressivo e frustrado. Por pena dos tímpanos e da saúde mental do seu gato, retire o sino da coleira e melhor ainda, remova a coleira e substitua-a pelo arnês e pelas saídas de trela da sua companhia.

Right Menu Icon